O antes do “luz, câmera, ação!” - Revista Esquinas
REVISTA DIGITAL LABORATÓRIO
DA FACULDADE CÁSPER LIBERO

O antes do “luz, câmera, ação!”

Por Laura Andrade : agosto 28, 2018

Casperiana traz dicas para quem quer começar na área de direção de arte de produções audiovisuais

Durante a primeira noite da 2a Semana de Comunicação Cásper Líbero, aconteceu um bate-papo sobre direção de arte para cinema e TV, mediado pelo professor Cleber Lima. A convidada era a casperiana Luiza Conde, que agora é diretora de arte do programa MasterChef Brasil da Rede Bandeirantes. Mas, afinal, o que faz um diretor de arte? É ele quem elabora o visual de um projeto, juntando o conceito à paleta de cores, cenografia, iluminação, ambientação e, em alguns casos, até mesmo ao figurino. Tudo isso com base em muito estudo.

Atualmente, a casperiana Luiza Conde trabalha como diretora de arte do MasterChef Brasil (Band)
Yanca Marques

Conde entrou na carreira que ocupa hoje por acaso, quando começou a se interessar pelo assunto em um trabalho de faculdade no terceiro ano de graduação. Foi estagiária na área de figurinos do SBT, onde fez contatos e conheceu seus mentores, que a ajudaram a escolher o caminho que seguiria adiante. Desde que saiu da faculdade, é freelancer e diz não se imaginar dentro de um escritório com o mesmo horário todos os dias. A diretora de arte não tenta mascarar as dificuldades desse modo de trabalho: além de trazer pouca renda mensalmente por não ser algo estável, demanda muito esforço físico e mental. Porém, ver o trabalho final pronto não tem preço, nas suas palavras.

O prof. Cleber Lima mediou a conversa dos estudantes com Luiza Conde
Yanca Marques

Passado o tempo de estágio no canal de Silvio Santos, começou como assistente de direção de arte, o que ela mesmo disse ser um trabalho bem burocrático. Era o ponta pé inicial para o lugar que ocupa hoje, um ótimo começo para aprender “truques” das gravações. Logo, seguiu seu próprio caminho, participando da produção de filmes, curtas-metragens e programas de TV, como o MasterChef e um episódio da próxima temporada da série original Netflix Black Mirror, gravado no Brasil.

Além da dica de começar como assistente, Luiza Conde sugeriu outros caminhos para quem quer seguir a sua profissão. Manter uma boa rede de contatos o tempo todo foi uma delas, enquanto saber trabalhar em equipe, ter referências de arte e audiovisual e estudar muito são imprescindíveis. Entre risadas, ainda disse ser importante conhecer a “mágica” de colocar um quadro na parede sem bater um prego.