Taylor Swift retorna em "Lover" e traz músicas sobre reconciliação com seus sentimentos - Revista Esquinas

Taylor Swift retorna em “Lover” e traz músicas sobre reconciliação com seus sentimentos

Por Beatriz Biasoto : agosto 26, 2019

A artista lança seu sétimo álbum de estúdio em um pop vibrante e distante da estética de vingança de Reputation, o álbum anterior

A cantora americana Taylor Swift lançou seu novo álbum, Lover, na última sexta-feira (23), o primeiro com a gravadora Universal Music Group. Lover marca uma nova fase na carreira de Swift: agora ela é detentora dos direitos de suas músicas, diferentemente do contrato que tinha desde 2006 com a Big Machine Records, gravadora recentemente adquirida pelo empresário Scooter Braun a quem Taylor acusa de praticar “um bullying incessante e manipulador”.

A primeira faixa, I Forgot that You Existed, serve para deixar todas as brigas e discussões envolvendo Taylor no passado, afinal de contas esse álbum é sobre o que a cantora ama. “Eu decidi que nessa vida, eu quero ser definida pelas coisas que eu amo – não as coisas que eu odeio, as coisas das quais tenho medo ou as coisas que me assombram no meio da noite”, escreve no prólogo do álbum.

Em The Man, a artista imagina como seria sua carreira caso ela fosse homem. Vale lembrar que a vida pessoal da ganhadora de dez Grammy Awards foi alvo de críticas com frequência e todos seus relacionamentos foram acompanhados de perto pela mídia. Para ilustrar esse aspecto de sua vida, no videoclipe da faixa-título, a americana usa a metáfora de estar dentro de um aquário e mostra seu par romântico mergulhando com ela e aceitando a exposição que vem com o relacionamento.

Soon You’ll Get Better tem a participação do trio de música country Dixie Chicks. É a faixa mais pessoal do disco por abordar o câncer que a mãe da cantora vem tratando há quase quatro anos. Na live feita antes do lançamento de Lover, a cantora pop disse não saber se algum dia conseguirá apresentar a música ao vivo. “Lidar com essa canção é emocionalmente difícil”, conta.

Como já esperado pelos fãs de Swift, a última faixa de seus trabalhos é sempre muito pessoal e a tradição se repete em Lover. Daylight foi escrita completamente pela artista e encerra o disco mostrando como sua percepção a respeito do amor mudou com os anos. “Eu acreditava que o amor seria vermelho vibrante, mas é dourado como a luz do dia”, canta apaixonada, em uma referência a seu quarto álbum, Red.

Taylor Swift continua a parceria iniciada em Reputation com a rede de lojas de varejo americana Target e lança quatro versões deluxe do álbum. Cada versão é um pequeno livro com fotografias pessoais e páginas dos diários pessoais da cantora. Transformar o disco físico em uma experiência para os fãs é o segredo da americana continuar vendendo CDs na era dos serviços de streaming. Prova disso é que, em apenas dois dias, Lover se tornou o disco mais vendido do ano nos Estados Unidos, com quase 500 mil cópias comercializadas e superando a trilha sonora de Nasce uma Estrela.