Uma cidade tingida - Revista Esquinas
REVISTA DIGITAL LABORATÓRIO
DA FACULDADE CÁSPER LIBERO

Uma cidade tingida

Por Henrique Artuni, Larissa Basilio, Pedro Garcia e Thiago Bio : junho 6, 2018

Mais uma cobertura quente pela cidade de São Paulo em um final de semana voltado à diversidade

Os repórteres de Esquinas vão novamente às ruas para realizar a cobertura de outro grande evento na capital paulista. No último domingo, dia 3, ocorreu a 22ª Parada do Orgulho LGBTI+ da Cidade de São Paulo. Com as eleições como tema e o slogan “Poder LGBTI+, nosso voto, nossa voz”, o foco desse ano foi tratar a representatividade de LGBTs no âmbito político nacional. A marcha percorreu a Avenida Paulista e a Rua da Consolação e reuniu, segundo organizadores, três milhões de pessoas.

Com uma linha editorial sempre focada na diversidade e nos Direitos Humanos, nossos repórteres retratam diferentes nuances da maior Parada do Orgulho LGBT do mundo. Foi feita uma cobertura que analisa as características do evento desde sua inauguração em 1996 até os dias atuais e que narra as dores, lutas e alegrias de quem foi às ruas celebrar todas as formas de amar e existir enquanto cidadão brasileiro.

De forma multimidiática, Esquinas traz agora um olhar sobre a Parada para os leitores. Contando boas histórias e realizando um jornalismo humano e dedicado, esse é o resultado de um dia de trabalho regado a cores, músicas consagradas, gritos e a liberdade de ser quem é. Uma cobertura que carrega dedicação e empenho no fazer jornalístico.

Boa leitura e viva a diversidade!

Henrique Artuni, Larissa Basilio, Pedro Garcia e Thiago Bio – Editores

São Paulo e a força coletiva LGBT – Bárbara Correa, Dayana Natale, Felipe Grutter e Laís Martins

A visibilidade de uma letra só – Bárbara Correa, Dayana Natale, Felipe Grutter e Laís Martins

LGBTs dentro e fora de casa– Giovanna Boer e Giulianna Lombardi

A que distância as cores desbotam? – Gustavo Ramos

O que a Parada LGBTI+ representa? – Susana Terao e Vitor Correia