REVISTA DIGITAL LABORATÓRIO
DA FACULDADE CÁSPER LIBERO
Sumário Fechar
Por Capitubella Edição #61

Eu nunca sou sexta-feira

Sempre sou o desafogo da segunda estressante
A aula chata que você podia faltar na terça
O dia de folga que você pediu na quarta
Aquela cerveja depois das dez da noite na quinta
Mas eu nunca sou sexta-feira.
É aquele sábado às seis da manhã, voltando da balada
Aquele fim de domingo depois de ir ao churrasco da família
Até mesmo segunda de manhã, para começar a semana bem
Aquela terça que a outra menina desmarcou
Mas eu nunca sou sexta-feira
É sempre aquela quarta para a rapidinha
A quinta que você chega de madrugada, sabendo que eu tô sozinha
Mas eu nunca sou sexta-feira.
Hoje é sexta-feira
É sexta-feira, meu amor, se você não quer
(e você nunca quer)
Tem quem queira.